HOMOSSEXUALIDADE OU HOMOSSEXUALISMO?

Provavelmente você já usou as duas ou apenas uma dessas palavras, até porque ambas existem no vocabulário brasileiro. Entre a maioria das pessoas é mais comum vermos a utilização do termo homossexualismo, visto que alguns defendem ser esta a forma mais correta – por questão ideológica, e outros pelo costume; ouviu, repetiu. No entanto, ao considerarmos a variação da palavra, o termo “ismo” pode ter significados diferentes. Vejamos: num contexto religioso o emprego do “ismo” serve para definir a prática de crenças, tais quais; cristianismo, budismo; dentro do esporte; ciclismo, atletismo; na medicina para conceituar doença; alcoolismo, bruxismo.

O “homossexualismo” por exemplo era denominado como transtorno mental e desvio de comportamento . Contudo, em 1990 a OMS (Organização Mundial da Saúde) excluiu a homossexualidade da lista de doenças mentais do Código Internacional de Doenças (CID). Aqui no Brasil deixou de ser desde 1985 e no ano de 1999 o Conselho Federal de Psicologia estabeleceu normas de atuação para os psicólogos esclarecendo que a orientação sexual não deve ser considerada doença, distúrbio ou perversão.

Assim, visto o entendimento de que a sexualidade do indivíduo faz parte dele, não se tratando então de uma enfermidade, o termo “ismo” deixou de ser usado para designar a orientação sexual do indivíduo.

Dado os comentários, você escolhe qual forma vai usar no dia a dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *