OS GAYS SÃO ABOMINÁVEIS E PECADORES? O QUE DIZ A BÍBLIA?

the-bible-says-gays-aren-t-natural-gay-rights-29368201-500-240 (1).gif
Umph…a bíblia condena!

Quem de nós nunca foi considerado uma aberração ou abominação? Aliás, infelizmente somos vistos dessa forma por muitos. Mas, observem a seguir um exemplo taxativo sobre o que de fato é abominação para o nosso Deus.

“Estas seis coisas aborrece o SENHOR, e a sétima a sua alma abomina: olhos altivos, e língua mentirosa, e mãos que derramam sangue inocente; e coração que maquina pensamentos viciosos, e pés que se apressam a correr para o mal; testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre irmãos.” Provérbios 6:16-19.

Contudo, apesar deste versículo deixar claro o que realmente entristece o Criador, a homossexualidade é combatida constantemente pelos livros de Levítico – falando do pecado, e Romanos – enfatizando a condenação de forma geral. No entanto, vejamos com atenção tais trechos:

 “Com varão te não deitarás, como se fosse mulher: abominação é.” Levítico 18:22.

Se considerarmos esta citação no sentido literal, podemos dizer que tal ensinamento nunca se aplicou as mulheres, pois, menciona apenas varão deitar-se com varão. Logo, onde estaria a justiça de Deus, caso a condenação apenas recaísse aos gays masculinos? Todavia, é neste ponto que fundamentalistas religiosos, utilizando-se do livro de Romanos 1:21-31, justificaram esta questão conceituando que Deus reprovou todos os homossexuais e suas uniões. Neste contexto, a mesma epístola nos permite compreender o sentido da suposta condenação por parte de Deus acerca das relações homoafetivas: macho com macho e fêmea com fêmea. Confiram:

“Pelo que Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. E, como eles se não importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convém; estando cheios de toda iniquidade, prostituição, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade; sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães; néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia…”

Nesta citação, fica evidente a inverdade nos sentimento dos homens.  Além disso, basta observarmos que ao homem de natureza homossexual ter relação com mulher não é natural, igualmente as mulheres de mesma orientação ter relação com homens. Então, qual foi a mudança no contrário à natureza por parte dos homossexuais? Assim, fica claro que esta distorção da natureza divina nada tinha a ver com as uniões homoafetivas de fato, mas, aos homens e mulheres heterossexuais, os quais, de maneira ritualística – leiam o capítulo completo, cultuavam-se num ato de adoração e sacrifício a outros deuses, idolatrando-os, bem como a si mesmos.

Portanto, fica claro que Deus não abominou os gays ou suas relações e nem há pecado por assim sermos! E ainda que houvesse alguma ligação neste sentido, estaríamos diante de uma injustiça, igualmente uma irracionalidade da parte de Deus – isso nunca haverá, caso Ele tivesse considerado apenas os homossexuais, no geral, como imorais; homicidas; disseminadores da maldade; do ódio; do engano e etc.

Diante do que discorremos aqui, não há motivos para sentir-se uma abominação ou um imundo pecador. Nosso Criador é justo, sábio e jamais nos condenaria sendo boas as nossas ações, independente da sexualidade. E mesmo ouvindo dos insistentes em nos classificar como deturpadores destes trechos bíblicos, basta lembrar-se: “Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê. Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo.” Romanos 10:4

Sobre o livro de Levítico, caso queiram entender um pouco mais da questão histórica vejam o vídeo:

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=gIuPo8KPr7U&w=500&h=281]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *