POR QUE DEUS NÃO ILUMINA O MINISTÉRIO, E O QUE NOS É RESERVADO?

bible-reading-iStock_000023583347-665x365

Devemos respeitar o Ministério, porém, não sermos dependentes deles. Se algum dia as igrejas forem fechadas e não houver como consultar os presbíteros, o Evangelho de Cristo morrerá dentro de vocês?  Ou este nasceu em nós para que se multiplicasse? Bem sabemos que não é o homem mais do que Deus.  “E, se algum de vós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos da liberalmente, e o não lança em rosto, e ser-lhe-á dada. Peça-a, porém, com fé, não duvidando; porque o que dúvida é semelhante à onda do mar, que é levada pelo vento, e lançada de uma para outra parte.” Tiago 1:5-6.

Porventura, quantos de vocês buscaram saber de Deus se Ele de fato abomina os gays? E o por que Ele “reprovou” um homem deitar-se com outro homem? Geralmente nem se pensa nisso, não é verdade?! Afinal, receber algo “mastigado” é mais fácil.  Observem que da mesma forma o Ministério. Muitos não se atentaram a meditar neste assunto e nem sequer buscaram a sabedoria de Deus. Simplesmente fizeram uma interpretação literal dos trechos que aqui mencionamos. Talvez, por pensarem que a palavra de Deus não deve ser discutida, apenas obedecida, conforme o Resumo dos ensinamentos realizado em março de 1948 pela CCB, além de outras relatadas neste texto. Mas, sabemos que nossa fé não pode ser cega, deve ser sentida no coração. Chegamos até a Graça (que não é a igreja) porque sentimos Deus pelo Seu Espírito em nosso coração, jamais por convencimento humano.

4c122-pulpito

É fato também que o Ministério possui dificuldades para lidar com certos assuntos. São homens comuns, são humanos! A exemplo temos a questão da depressão, que há um tempo foi pregada e referenciada na igreja como um espírito maligno.  Advindo o conhecimento trazido pela medicina, vimos que a depressão passou a ser realmente entendida pelos membros do ministério como uma enfermidade ligada a psique humana. Portanto, mesmo considerando a possibilidade da depressão levar um indivíduo ao suicídio, sabe-se que esta não provém de espíritos malignos, conforme era pregado nas igrejas. Da mesma forma é o que tem ocorrido hoje com a homossexualidade. Muitos ainda não compreenderam que ela está intrínseca a nossa natureza. Pois, assim como grande parte da sociedade, eles acreditam que a heterossexualidade é a condição unicamente natural pelo fato de nossa espécie ser perpetuada através da relação entre um homem e uma mulher. Eis a questão: E os casais héteros que não têm ou tiveram filhos, são anormais por não cumprirem com a procriação? Sendo assim, fica esclarecido não se tratar de uma ausente manifestação da parte de Deus aos membros do Ministério da CCB, mas, da falta de interesse dos mesmos com relação a nossa causa, bem como demais situações já relatadas.

Quanto ao que nos é reservado, conforme a fé, sê firmes e fiéis nos mandamentos de Cristo – amando a Deus e o próximo como a ti mesmo, assim como a todo o que crer e ater-se a estes ensinamentos, será a coroa de vida eterna nos céus. “Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida.” Apocalipse 2:10.

Por fim, estejam atentos que Jesus Cristo apesar de estar presente na Congregação Cristã no Brasil por meio de nossa comunhão e reverência é o proprietário exclusivo da Graça e salvação não transferindo Sua soberania para o homem ou à placa da igreja! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *